PESSOAS NA SOCIEDADE CONDOMINIAL

por Mauricio Schneck

No contexto da administração condominial nada supera o desafio de lidar com pessoas. Por natureza não somos iguais e temos opiniões diferentes que sempre provocam algum tipo de conflito. Nunca teremos unanimidade em pontos que impactem na diferença da opinião de um ou de outro. As diferenças são normais em um relacionamento, seja matrimonial, amizade, ou convivência no condomínio.

Eventualmente assistimos atitudes e manifestações de condôminos que provocam conflitos, seja na convivência pessoal ou por mensagens em grupos de relacionamento do condomínio. Basta um primeiro acontecimento que contraponha a vontade destas pessoas. Quando uma discordância acontece em um condomínio, infelizmente gera diferenças no relacionamento entre as pessoas envolvidas. Mesmo assim, é preciso que tenhamos paciência para lidar com todos os acontecimentos.

Algumas pessoas não vão aceitar as diferenças, e outras compreenderão as opiniões, as regras do condomínio, ou as decisões da gestão. Lidar com as diferenças no campo pessoal no dia a dia, quando pessoas que possuem diferenças já conflitaram anteriormente, é ainda mais desafiador, pois pode majorar as diferenças entre elas. Poucos conseguem lidar com isto.

O gestor tem o desafio de sempre buscar uma boa convivência com todos que se relaciona no condomínio, independente de ter diferenças com outras pessoas. Procure compreender o ponto de vista das pessoas, concordando ou discordando, mas conheça bem os fundamentos ou obrigações que o limitam a seguir por uma decisão, de forma a estar embasado para defender a razão de ter seguido por ela.

O gestor será cobrado por uns quando tomar uma decisão, e cobrado por outros quando não tomar. Algumas de nossas decisões precisarão ser mais rígidas, outras não. Mas ambas sempre nos gerarão problemas.

Sabemos que algumas decisões não serão do agrado de 100% das pessoas. É difícil quando essas decisões não são bem recebidas. Ser gestor significa enfrentar momentos de desestímulos com a incompreensão das pessoas. Nunca deixe de tentar dar o máximo e aprender a cada dia. Para atuar na administração é importante aceitar o desafio com prazer.

Na posição de gestores infelizmente teremos um maior volume de atritos. Eventualmente temos maneiras erradas de nos expressarmos, mas precisamos tomar decisões. Empresas precisam de decisões. Um condomínio é um empreendimento que está sujeito a regras como empresas. Ali existe uma “sociedade” entre os proprietários.

Todas as deliberações do corpo gestor devem estar fundamentadas em preocupações para manter e melhorar o patrimônio, em regras para que possamos ter convivências descentes, e em obrigações da lei. Ao síndico é imputado cumprir o Código Civil, a Convenção Condominial, e o Regimento Interno.